Black Friday – 5 dicas para fugir das armadilhas e fazer boas compras

O Black Friday pode ser uma ótima oportunidade para fazer boas compras, mas também pode ser uma grande cilada. Para não cair em armadilhas e compras desnecessárias, você precisa estar no controle da sua carteira e preparado para encarar as promoções da forma mais inteligente. Afinal, a última coisa que você precisa de presente de Natal é uma gorda fatura de compras irresponsáveis feitas em novembro, não é mesmo? Então vamos lá para 5 dicas que vão te ajudar a transformar a Black Friday em uma aliada e não em uma inimiga:

giphy2

 

Dica número 1 – você precisa entender a Black Friday

A Black Friday não acontece porque as lojas são legais e querem vender coisas mais baratas pra você. Acontece porque as lojas precisam se livrar do estoque parado (aqueles produtos que elas tentaram vender o ano inteiro e não conseguiram), abrindo espaço para os lançamentos e produtos voltados para o Natal.

Então já entre na loja sabendo que não é a loja que está fazendo um favor pra você dando um desconto, você que está fazendo um favor pra loja comprando algo que ela não quer mais. E acredite, esses descontos são calculados, então, mesmo que a loja esteja perdendo alguma margem de lucro, é uma margem que não vai fazer falta pra ela no final das contas. Tudo é planejado.

giphy

 

Dica número 2 – o Black Friday não é sua última chance de comprar algo com desconto

Nos Estados Unidos, onde a Black Friday foi inventada, os descontos grandes só acontecem na sexta-feira mesmo. Mas, aqui no Brasil, já tem até mês da black friday. E vamos combinar que os descontos nunca são enormes. No final das contas, é um dia (ou uma semana, ou um mês, dependendo da loja) com promoções interessantes. E as lojas vão continuar dando esses descontos até conseguirem se livrar dos produtos encalhados. Então, se você não comprar agora, corre o risco de encontrar o mesmo produto com o mesmo desconto depois do Natal.

tenor

 

Dica número 3 – compre apenas o que você precisa

Antes de começar as compras da black friday, faça uma lista com o que você precisa e com a ordem de prioridade de cada uma. Exemplo:

1 – TV nova para o quarto
2 – Roupa pro o ano novo
3 – Presentes de Natal para a família
4 – Aquele short cintura alta que eu paquerei o mês passado inteiro (estou torcendo muito para que ele tenha entrado na Black friday)

Assim você não vai perder o controle quando começar a ver coisas aleatórias que vão fazer você ficar sem dinheiro e com muito arrependimento depois. E quando vier um vendedor tentando te empurrar um abridor de cerveja em formato de gatinho falando que é o último e você precisa disso pra respirar, lembre-se que ele só quer se livrar daquilo pra bater uma meta, e você não é obrigada.

Outra coisa que pode ajudar: se tiver tempo, dê uma olhada na sua casa e nas suas roupas antes de fazer a lista. Isso vai ajudar a montar uma lista com base no que você realmente está precisando. Além disso, você provavelmente vai encontrar alguma coisa que nem lembrava que tinha e comprou por impulso, o que também ajuda a montar uma lista mais consciente.

tumblr_lpsawg6aul1qlfqyuo1_500

 

Dica número 4 – Determine um valor limite para gastar

Dê uma geral nas suas finanças. Olhe o limite do seu cartão, veja as contas do mês que vem, lembre-se que em janeiro vai precisar renovar algumas coisas e pagar alguns impostos, enfim, tenha uma real consciência do quanto você pode gastar sem se prejudicar. Determine:

  • O valor que você pode gastar;
  •  Se vai pagar no débito ou no crédito;
  • Em até quantas vezes vai parcelar.

Decida tudo isso antes de começar as compras e não na hora de pagar. Isso vai ajudar você a manter o foco e, claro, não se afundar em boletos. Lembre-se: black friday tem que ser amiga, não inimiga.

delirios-de-consumo-becky-bloom

 

Dica número 5 – vá direto nas lojas das coisas que você precisa e não entre pra dar uma olhadinha nas outras

Se você der mole, as vitrines e os sites vão engolir você. Sejam as placas, ou os vendedores ou aquele relógio que fica no timer mostrando que a oferta vai acabar, alguma coisa vai acabar te pegando e te fazendo comprar unicamente por impulso. Além disso, se você decidir ir ao shopping, já sabe que tanto o trânsito quanto as lojas estarão super tumultuadas.

Indo direto nas lojas das coisas que você precisa, você faz tudo mais rápido e chega em casa mais cedo :D. Também rola perguntar no instagram e no facebook das próprias lojas se o que você quer tá em promoção ou não. Caso não esteja, nem vá na loja. Se precisar, leve algumas amigas com objetivos parecidos e se ajudem a não cair em tentação.

get-in-loser-were-going-shopping-gif-9

 

 

E fica aqui uma última dica bônus: você não precisa comprar só porque é black friday.

Eu sei que rola uma euforia coletiva quando acontecem essas promoções, ainda mais perto do Natal, mas se você não está precisando de nada, não compre nada. Tá liberado não comprar nada e ficar de boa. Acredite, a única coisa que você perdeu foi a grande chance da sua vida de comprar algo que você não precisava. Ou seja, saiu no lucro.

Esses R$ 50 que você poderia gastar em uma blusa que você não precisa da coleção retrasada, já são R$ 50 a mais para comprar algo que você realmente quer, como uma passagem pra um lugar bacana.

giphy1

É isso ^^.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s