Na busca do equilíbrio entre coisas gostosas e uma vida saudável

Calma! Esse não será um post fitness tentando transformar gente que ama comer em Pugliesis. Não pretendo lançar dietas malucas nem levantar a bandeira da musculação e das saladas, só quero dividir a experiência que tive nos últimos meses tentando manter uma vida mais saudável sem me privar totalmente de coisas deliciosas :). Por isso, resolvi criar um cantinho aqui no blog pra quem também quer encontrar o equilíbrio entre viver bem e comer bem (o que pra mim significa comer coisas muito, muito gostosas <3).

10

Esse ano, senti pela primeira vez a necessidade de cuidar mais do meu corpo. O alarme tocou quando percebi que não conseguia subir um andar de escadas sem ficar ofegante (mas era ofegante meeeesmo). Cheguei a pensar que subir escadas sem ficar acabada era um privilégio de crianças e adolescentes, mas observei que meus amigos e até meus pais conseguiam fazer isso sem problemas, ou seja, era algo errado comigo mesmo.

O problema

O primeiro profissional que procurei foi um cardiologista para ver como estava meu coração, porque já estava pensando no pior. Para a minha surpresa, o diagnóstico foi o seguinte: sedentarismo e má alimentação. Apesar de não ser algo super grave, caiu a ficha de que reverter isso seria uma barra porque ia precisar mudar hábitos de preguiça cultivados há 24 anos.

O primeiro passo

Depois de pensar algum tempo sobre isso, concluí que só precisava fazer execícios físicos, porque né, não é como se eu jantasse dois hambúrgueres por dia. Minha lógica foi a seguinte: se eu malhar, queimo todas as porcarias que eu comer e vai ficar tudo bem no final das contas. Um mês de academia depois, porém, percebi que essa conta estava errada porque eu acabei ENGORDANDO! Isso mesmo, o treino me deixava com muita fome e eu acabei comendo mais besteira do que estava queimando.

23

O segundo passo

Foi então que decidi, após muita resistência, visitar uma nutricionista. Como já tinha começado a fazer exercícios mesmo, escolhi uma esportiva, pra fazer uma dieta que acompanhasse meu treino. Lá, fiz uma bioimpedância (ou seja, subi em uma balança hitech que meio que escaneia todo o meu corpo). O resultado foi uma droga. A balança mágica mostrou coisas que as balanças das farmácias não mostram: taxa de gordura e taxa de massa magra. Descobri que sou a tal da falsa magra e que, além de perder gordura, ainda preciso ganhar massa magra, porque ela está bem abaixo do indicado para o meu corpo.

Tudo isso foi assustador o suficiente para me incentivar a seguir o plano alimentar. Só pedi para ela não passar nenhum suplemento, porque academia + nutricionista já era muito radical pra mim e não sei como reagiria se precisasse entrar em uma loja pra comprar whey protein. Também pedi para comer coisas gostosas de vez em quando, porque a vida fica muito triste sem chocolate e afins.

O plano alimentar

Pensei que ia ter que passar fome, mas para a minha surpresa o plano alimentar veio com muita comida e muitas coisas fáceis de comer. Além disso, ela me deixou quebrar a dieta uma vez por semana, em uma refeição. As maiores dificuldades que tive até agora foram as seguintes:

  • Seguir corretamente a precisão da quantidade recomendada
  • Seguir os horários rigorosos
  • Não comer sobremesa depois do almoço
  • Lembrar de comprar as comidas certas
  • Ser disciplinada no supermercado
  • Escolher sabiamente como quebrar a dieta em cada semana

12

Precisei comprar uma balança, preparar a maioria das minhas refeições e levar comida para o trabalho. Também provei coisas que nunca tinha provado antes e comecei a acordar mais cedo para preparar meu café da manhã e meu almoço. Confesso que foi menos difícil do que eu pensei que seria, mas vou continuar detalhando a minha experiência seguindo uma vida mais saudável na semana que vem.

Adianto apenas que, após um mês comendo direito e fazendo exercícios, os resultados no meu corpo foram incríveis. Não cheguei a emagrecer horrores nem nada, mas já conseguia subir escadas e terminar o treino sem achar que ia morrer :D!

5 comentários sobre “Na busca do equilíbrio entre coisas gostosas e uma vida saudável

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s