Já comi especial O Mercado – Passo a Paço

VOLTEI! Como avisei por aqui, estava sem cozinha e sem internet porque mudei de apartamento, mas tudo já foi resolvido e, para a minha sorte, justo na semana de mais um festival gastronômico com direito a jurado do MasterChef e tudo: O Mercado!

Para promover o Paço da Liberdade, a praça Dom Pedro II e incentivar a ocupação cultural do Centro histórico de Manaus, a prefeitura daqui teve a brilhante de ideia de aproveitar a hype culinária que invadiu a cidade e oferecer um evento cultural com um festival gastronômico de peso na terrinha baré. O evento em questão é o Passo a Paço, que começou sábado (30) e acabou domingo (31) com muita música, teatro, dança e a feira nacional gastronômica O Mercado, que é o foco desse post ;).

Para quem não conhece, O Mercado é uma feira gastronômica tradicional de São Paulo, comandada pelos chefs Checo Gonzales e Henrique Fogaça, jurado tatuado do MasterChef Brasil. A ideia dela é reunir vários chefs populares em um único local, vendendo pratos gostosos a preços acessíveis, porque todo mundo merece provar comida boa :D. Aqui em Manaus, 35 chefs locais, o Fogaça e o Gonzales montaram barraquinhas no Centro.

Após essa introdução enorme, vamos ao que interessa: o melhor d’O Mercado Manaus! Assim como fiz na minha passagem pela Rota dos Chefs, vou falar o que achei, dar dicas e, claro, mostrar o que teve de comida boa por lá!

O que achei do festival 21 O festival teve mais pontos fortes que fracos. As opções de comidas eram interessantes, mas muitas barraquinhas repetiram os mesmos pratos apresentados nas últimas Rota dos Chefs. Não estou reclamando muito disso porque este o terceiro grande festival de comida que rola em Manaus, mas no próximo já vou esperar pratos diferentes e mais exclusivos para os eventos, porque uma das coisas que me leva a eventos assim é a oportunidade de provar coisas novas.

Os preços estavam acessíveis, mas não estavam tão baratos assim. A maioria deles custava o preço máximo do evento, que era R$ 18,00. Ou seja, estava ótimo para quem quisesse comer um só, mas se você quisesse provar três coisas, ia gastar  mais de R$ 50,00. Em um evento popular onde a grande atração é a diversidade de pratos, não consigo considerar isso barato, porque não faz muito sentido provar apenas uma das opções.

Vi algumas pessoas reclamando do trânsito e da dificuldade de estacionar, mas isso já era previsível. Por isso mesmo fui bem cedo, consegui estacionar nas redondezas e fui andando até o Paço. Fiquei paradinha no trânsito um tempo, mas só porque tive a péssima ideia de tentar estacionar muito perto do evento. Na Eduardo Ribeiro e adjacências estava tranquilo. Não consegui considerar isso como ponto negativo, porque era evitável.

Dicas aprendidas

dicas fg Resolvi fazer essa arte porque essas dicas servem para qualquer festival gastronômico e sinto que vou usá-la várias vezes. As dicas extras que posso dizer que aprendi especificamente n’O Mercado de Manaus são:

– Quando o evento for em um local público, nem tente estacionar o carro perto, você só vai ficar estressado. Estacione nas redondezas e vá andando mesmo.

– Vá com roupas leves e confortáveis, porque Manaus é quente e claro que vai fazer calor por lá.

O que eu comi

  1. Sanduiche de cupim na manteiga de garrafa e pimenta de maracujá do Henrique Fogaça
    Preço: R$ 18,00
    Porção: bem servida para uma pessoa
    Anotações: claro que tive que comer o prato do Fogaça porque sim. Estava muito gostoso, porque nada fica ruim com manteiga. Uma ótima experiência! 1
  2. Costelinha de porco com molho de goiabada e farofinha crocante de pimenta de cheiro da Chef Martina
    Preço: R$ 18,00
    Porção: bem servida para uma pessoa
    Anotações: esse prato é maravilhoso! Já tinha comido na segunda edição da Rota dos Chefs e tive que comer de novo. Porém, mesmo amando esse prato, espero novidades da Chef no próximo evento gastronômico que ela participar. Queremos provar mais coisas feitas por essas mãos maravilhosas 😀 17
  3. Hambúrger Forget About It do WTF Burger
    Preço: R$ 18,00
    Porção: bem servido para uma pessoa
    Anotações: sanduíche muito gostoso, como tudo que o Vassalo faz. Meu favorito ainda é o Ay Caramba, mas adorei provar esse também. Também fiquei na vontade de opções diferentes do food truck. Mas, como sempre, ele fez muito sucesso no evento. 12
  4. Carnificina do chef do Babú Loureiro do Pátio Gourmet (macaxeira maluca com ragu de ossobuco, linguiça e palha de costelinha de porco)
    Preço: R$ 15,00
    Porção: muito bem servida para uma pessoa
    Anotações: muito gostoso e com MUITA COMIDA. Quem quiser comer só um prato e ficar satisfeito e feliz, essa é a escolha. 24
  5. Trilogia de carne de sol do chef Luis Lima do Pátio Gourmet (carne cremosa, paçoca e arroz Maria Isabel, pesto com castanha de caju e coentro)
    Preço: R$ 18,00
    Porção: muito bem servida para uma pessoa
    Anotações: para quem não conhece, Luis Lima foi o terceiro lugar do MasterChef Brasil. Provei esse prato em um jantar no Pátio Gourmet e AMEI. Muitos amigos que foram falaram que foi o melhor prato da noite :). 26
  6. Churros de doce de leite da Churreal
    Preço: R$ 10,00
    Porção: boa para sobremesa
    Anotações: um churros MUITO GOSTOSO! Crocante por fora, macio por dentro e com recheio e cobertura. Achei que o tradicional poderia ser mais barato, mas não tenho nada a reclamar do sabor! 22

Fotos da feira

20   19 18   16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3   n é p

Um comentário sobre “Já comi especial O Mercado – Passo a Paço

  1. Larissa disse:

    Parabéns pela resenha!

    Realmente o evento foi bem bacana e como qualquer um tiveram pontos positivos e negativos, mas por ter sido o primeiro acredito que nos próximos a organização estará melhor preparada!
    Sobre estacionar e super lotação isso já era esperado levando em consideração o crescimento e popularização desses eventos em Manaus, a única coisa que me incomodou foi a falta de policiamento nas ruas que davam acesso ao evento. Estacionamos bem longe e a caminhada em alguns pontos foi bastante tensa pela falta de iluminação e sem policiamento.
    Sobre os valores, concordo com você que 18,00 não é lá muito acessível se você pretende experimentar em vários lugares, e as porções não são padronizadas. Por ex. no Suzuran além de delicioso a porção era justa! Já em outros lugares vinha pouca comida/pouco recheio etc. Mas isso acho que com nosso feedback os restaurantes participantes possam melhorar nos próximos.

    Bjinhos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s